Friday, June 15, 2007

Evolução do nada

Insólito como o interno do ser,

Instável, como o magma dos vulcões.

Suscetível aos pequenos toques,

Sossobrável se questionado for,

Evolução que caminha para o nada.

4 comments:

Anonymous said...

Amor, apesar de não comentar seus poemas, eu sempre estou lendo-os e gosto mutíssimo deles viu?!Te amooooo.Cá

Fê... said...

uai, sô....
por modequê q ocê apagô os post???
bjo.

Camiseta Personalizada said...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Se você quiser linkar meu blog no seu eu ficaria agradecido, até mais e sucesso.(If you speak English can see the version in English of the Camiseta Personalizada.If he will be possible add my blog in your blogroll I thankful, bye friend).

Thalita said...

Carlos...

Sublimes metáforas.
~Evolução que caminha para o nada~
Uma análise encheria muitas laudas...

Beijoooos
ps: gostei do nome do blog